Empresa de tecnologia abre vagas de estágio a jovens talentos


Notícia publicada em 28/11/2016

Interessados podem se inscrever até o dia 30, quarta-feira, pelo e-mail alinhar@alinharsc.com.br

Criciúma – Ter a chance de iniciar a carreira profissional e ainda garantir uma qualificação diferenciada no mercado de trabalho de tecnologia da informação. Essa é a oportunidade oferecida pela Agrosys, empresa de Criciúma especialista no desenvolvimento de software para área agroindustrial, com a realização da quinta edição de seu programa de estágio.

É necessário disponibilidade de 6h para participar. Estão abertas 10 vagas e os interessados podem se inscrever até o dia 30, quarta-feira, pelo e-mail alinhar@alinharsc.com.br.

O programa é destinado para jovens encerrando o curso técnico em informática ou que estejam ingressando no ensino superior nos cursos de Computação e Sistemas de Informação. Os participantes realizam um treinamento de seis meses na empresa, que tem como objetivo a capacitação no negócio e também na linguagem Progress e, com isso, tem a oportunidade de iniciarem uma carreira nas áreas de desenvolvimento e suporte.

Um exemplo da oportunidade oferecida pela empresa é Andrei Pacheco Fernandes, que iniciou sua carreira na Agrosys como estagiário e atualmente é analista na área de atendimento.

“O estágio é uma grande oportunidade de conhecimento e de inserção no mercado de trabalho. Através dele eu pude entender o que a empresa esperava de mim e crescer profissionalmente. E essa não foi só uma experiência minha, eu pude presenciar inúmeros colegas crescendo também na organização por meio do estágio”, comemora o colaborador.

A chance de pôr na prática o conhecimento relacionado à Tecnologia de Informação é um dos pontos de destaque, conforme um dos diretores da empresa, Mauro Gamboa.

“A oportunidade de estágio propicia ao aluno a vivência na área em que ele busca colocação. Quando você aplica a tecnologia no agronegócio, como é o foco da Agrosys, é possível substanciar esse conhecimento na realidade econômica e produtiva do estado, especialmente em nossa região, na qual o cooperativismo e as atividades do agronegócio são extremamente fortes”, aponta ele.

*Colaboração: Alfa Comunicação/Bárbara Barbosa.